sexta-feira, 13 de maio de 2011

CORE – Musculatura Postural

Foto: banco de imagens Google

         A musculatura do core é importantíssima para os exercícios do dia-a-dia, os exercícios funcionais, pois ela consiste dos músculos abdominais, eretores da espinha e da região do quadril, musculatura que fica em volta do tronco, que é responsável pela sustentação do corpo. Atua também na nossa respiração, pois muitos exercícios que trabalham o core envolvem o músculo transverso, principal músculo abdominal.

É essencial termos um core forte e estável, pois além de trabalhar todas essas situações citadas, evitam aquelas dores repentinas no corpo devido a movimentos bruscos ou fazermos ações indevidas, como por exemplo, carregar cargas em demasia ou de maneira e/ou postura incorreta. Sem falarmos em estética, pois talvez a musculatura abdominal seja a mais admirada entre as pessoas.

Para a realização de exercícios em pé, principalmente com cargas pesadas, é uma musculatura muito exigida, pois ela atua na estabilização da nossa postura.

Exercícios para trabalharmos essa musculatura são movimentos de extensão, flexão e rotação de tronco, de forma dinâmica e também isométrica. E temos maneiras diferentes de realizarmos esses exercícios, dependendo de nossos objetivos, ou seja, se queremos potência devemos fazer de maneira explosiva, se queremos força e estabilização devemos trabalhar lentamente, e todas essas formas devem ser realizadas durantes nossos treinos.

Alguns exemplos para trabalhar a musculatura do core (não se prenda pelo nome do exercício, você pode conhecê-los por outra nomenclatura):

- Giro com peso e bola suíça (dinâmico);
- Arremesso 1-2-3 de medicinebol (dinâmico);
- Prancha de quatro apoios (isométrico);
- Prancha de três apoios (isométrico);
- Prancha de dois apoios (isométrico);
- Ponte lateral (isométrico);
- Ponte de quatro apoios (isométrico);
- Ponte de três apoios (isométrico);
- Rolo com barra (dinâmico e isométrico);
- Exercícios de flexão de tronco (dinâmico e isométrico);
- Exercícios de extensão de tronco (dinâmico e isométrico).

         Lembrando: há muitos outros exercícios e muitas variações e formas de se executar esses movimentos. Eles não trabalham só a musculatura do core, pois usamos membros inferiores e membros superiores para realizá-los também.

            É isso então galera, espero ter ajudado a entender um pouco mais sobre o CORE. Façam dele a realidade dos seus treinamentos, pois como vimos ele é muito importante para nossa performance e para nossa saúde.

Equipe D&D
Prof. Maurício Malinski
CREF: 015577-G/RS